Vol. III – Quotidiano e Qualidade de Vida

 

 

 

 

 

 

 

 

Vol. III – Quotidiano e Qualidade de Vida
Maria das Dores Guerreiro, Anália Torres e Luís Capucha (eds.)2009, CIES, ISCTE-IUL, Celta Editora, 264 p. 

  Neste terceiro volume, que completa a trilogia, reúne-se um conjunto de textos baseados em investigações realizadas no CIES sobre quotidiano e qualidade de vida das populações residentes em território nacional. As análises têm por objecto não só as condições de satisfação de necessidades básicas dessas populações, mas também a integração dos indivíduos em redes de relacionamento e de pertença que lhes conferem sentido identitário. O leque de temas tratado é amplo: género e valores; família e trabalho; saúde e toxicodependências; pobreza e exclusão social; imigração, gerações e escolaridade; transições na juventude; e, por fim, padrões de vida da população portuguesa. No tratamento de todos estes temas é realizada uma dupla contextualização. Por um lado, em relação aos padrões de mudança que caracterizam a sociedade portuguesa contemporânea. Por outro, em relação à inserção desta no contexto europeu e global.

Vol. III - Welfare and Everyday Life
Maria das Dores Guerreiro, Anália Torres and Luís Capucha (eds.)
2009, CIES, ISCTE-IUL, Celta Editora, 264 p.

This third volume, which completes the trilogy, brings together a number of papers based on research conducted at the CIES on the welfare and quality of life of the Portuguese population. The aim of these analysis is not only to look into the conditions for meeting the basic needs of the population but also to look at the integration of individuals within networks of relationships and belonging that provide them with a sense of identity. The scope of subjects is wide-ranging; gender and values, family and work, health and drug addiction; poverty and social exclusion, immigration, generations and schooling; transitions in youth; and, lastly, life patterns. Studying all these subjects required undertaking a double contextualisation: on the one hand, in relation to the patterns of change that characterise contemporary Portuguese society and on the other hand, with regards to placing Portugal within the European and global context.